Notícias

 

Medeiros Neto: Polícia elucida assassinato de "Preta" e prende o acusado Nivaldo

Medeiros Neto: Polícia elucida assassinato de "Preta" e prende o acusado Nivaldo

publicado em 24/02/2017 às 17:27:12


 


>> Redação: Medeiros Dia Dia

 

A polícia Militar de Medeiros Neto, sob o comando do Major Ivo Leão, solucionou a misteriosa morte de Sueli Ferreira Souza, conhecida como "Preta", de 35 anos, morta na última madrugada.


O acusado trata-se de Nivaldo de Jesus Araújo de 34 anos, que foi preso por Policiais do Primeiro Pelotão, Cleriston Rodrigues e Santos. Os homens da lei colocaram as garras no Perigoso Bandido, ainda no final da manhã desta Sexta-feira, quando ele encontrava-se repousando tranquilamente na casa de um companheiro no bairro São Bernardo.
Preta foi encontrada morta, deitada em sua cama, com várias facadas nas costas, na manhã desta Sexta-feira por um amigo, que deste então comunicou o fato ao 190.


A PM dirigiu-se até a localidade para resguardar a cena do crime e enquanto isto a Central de Operações da Policia Militar recebeu ligações anônimas relatando que houve algumas brigas na madrugada anterior, em uma casa onde estaria rolando uma farra. Estes denunciantes anônimos informaram à polícia que "Preta" estaria na casa de uma mulher conhecida como "Lora" e também Tamires, e que estas duas saberiam dizer o que realmente de fato teria acontecido com a vítima.


Esta casa onde estava havendo a farra fica a aproximadamente 50 metros da casa da vítima, e de posse destas informações o Major Leão, dirigiu-se até esta residência, e lá encontrou Tamires e Lora na varanda da casa. Ao interrogá-las sobre o fato, Tamires foi enfática em afirmar que Nivaldo, esteve na farra em sua casa, e depois de uma confusão, ficou pedindo a ela e seu namorado, que dessem uma faca para ele, portanto o casal teria negado, mesmo com muita insistência de Nivaldo. Testemunhas relataram que o Psicopata Nivaldo teria tentado dançar com a vítima e que ela teria o recusado.


Em um determinado momento, nem Tamires nem Lora, souberam afirmar qual foi a hora certa em que ele saiu da farra, mas horas depois, outras testemunhas afirmaram que teriam visto Nivaldo indo em direção a ponte nova, já sem o seu característico boné. Objeto este, que mais tarde teria sido encontrado pela polícia, ao lado do corpo da vítima.

 

Preta encontrava-se sem a parte de cima da roupa e o autor, teria deixado a faca do crime, debaixo do travesseiro da vítima. Testemunhas, inclusive parentes ao serem indagados por nossa reportagem, afirmaram que o boné encontrado ao lado do corpo de Preta, é realmente o boné do acusado.


Ao ser conduzido pelo PM até o local do crime, Nivaldo disse frente às testemunhas que não teria sido ele, então, uma delas desferiu um forte tapa em sua cara o mandando tomar vergonha na cara e assumir o crime. Tanto as três testemunhas quanto o acusado, foram levados para a delegacia regional de Teixeira de Freitas para que fosse lavrado o flagrante.


A boa vontade do Major Leão em ter ido até o local e o grande empenho dos seus soldados, contribuíram profundamente para que este caso fosse solucionado com extrema rapidez. As informações anônimas para o 190 e para a delegacia, também contribuíram significativamente.
O bandido Nivaldo, ficou na carceragem da 8ª COORPIN de Teixeira de Freitas, aguardando o recesso do carnaval, e deverá ser apresentado para o Delegado Substituto de Medeiros Neto, Jorge Nascimento, que deverá representar pela prisão preventiva de Nivaldo, pela morte de "Preta".

 

O psicopata Nivaldo é um velho bandido conhecido da polícia pela frieza em que articula a morte de suas vítimas. Ele é um dos autores do homicídio que tirou a vida de Jurandir Souza Lino, morto a pedrada e por enforcamento. Na época, Nivaldo Juntamente com outros dois comparsas mataram a vítima para roubar cem reais. Segundo testemunhas, ele teria dado uma pedrada, que derrubou "Jura" e em seguida, os outros dois concluíram a morte através de enforcamento. Dos três assassinos de "Jura", apenas Nivaldo encontra-se vivo.
Nivaldo é temido até mesmo pela própria família, justamente por sua frieza e capacidade que tem de fingir que não tem raiva da possível vítima. Nivaldo já ameaçou de morte, todos seus irmãos e inclusive já esfaqueou um deles. Nem mesmo o próprio pai se livrou das ameaças do de Nivaldo, e inclusive, o pai que é conhecido como Adonias, teve que se mudar para zona rural com medo de que o filho um dia cumprisse suas ameaças.
Além de parentes, Nivaldo, chegou a ameaçar o repórter Policial Patrick Brito, que na época fez várias matérias cobrando das autoridades que solucionassem o homicídio e prendessem os autores. Graças às cobranças, o caso foi desvendado e solucionado.

 

Fonte: http://medeirosdiadia.com.br/noticia/medeiros_neto_policia_elucida_assassinato_de_preta_e_prende_o_acusado_nivaldo

Postada em: 25/02/2017

 

 

 

Participe

NOME

CIDADE / ESTADO

PEDIDO

 

Top 10

 

 

Parceiros

Rádio Comunitária Vereda Fm 87.9
A RADIO DO SUCESSO


Desenvolvido por MVHollanda